Publicação fixa: Argumentos lógicos X tratados teológicos

Meus textos questionando o sistema religioso e as mentiras do cristianismo são sempre com argumentos de raciocínio lógico, porque para mim vale o que está escrito sem interpretações humanas, sem oráculos para traduzir o texto... Continue lendo.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Aniversário perfeito e a dor da desconstrução

Agradeço a todos que me mandaram mensagens de carinho no dia do meu aniversário. Que o Eterno abençoe a todos.

Além do novo calendário e me acostumar com outra data, esse aniversário foi realmente diferente. E sobrenatural.

Alguns dias antes as pessoas me perguntavam se eu ia fazer alguma reunião, festinha etc. Respondia que não, pois estava em desconstrução disso também.

Em um desabafo, pensando alto, disse ao meu marido que queria mesmo era fazer caminho inverso. Ao invés de ganhar presente, queria dar presente. E queria também entregar uma oferta ao Eterno.

E chegou enfim o dia mais esquisito da minha vida. Muitos recados no Orkut. Algumas pessoas questionaram antes a mudança da data e essas não mandaram mensagens no dia 20.

Mas dois recados me fizeram sentir o sobrenatural. Há um tempão que estamos para enviar uns livros. Chegamos até ir a uma agência dos Correios, mas a atendente disse que o envelope estava errado (não estava, mas enfim...). E os livros iam e voltavam na minha bolsa. E, por “coincidência” foram finalmente postados. E as duas pessoas deixaram o mesmo recado no dia do meu aniversário, uma pela manhã e outra à noite. E disseram igualzinho: “Você faz aniversário e eu que ganho presente”.

Só no segundo recado e que entendi o sobrenatural. Eu havia pedido isso. Queria dar presentes, e não receber. E o Eterno providenciou isso, sem que eu planejasse.

Enfim, foi perfeito. Não teve bolo, nem festa, nada disso. Mas foi o aniversário perfeito. Por isso bendigo o Eterno.

Um comentário:

laynapacheco@ymail.com disse...

Débora,
Lendo seu desabafo sobre a verdadeira data do seu aniversário, recebi mais revelação da profundidade em que o mundo jaz no maligno, como nos adverte a Bíblia; então, senti um aperto no peito... O engano tem se manifestado através de uma abordagem tão sutil, que permanece invisível mesmo aos olhos da Igreja do Senhor. Misericórdia! Porém, o que mais me impressiona é o poderoso amor de Deus, tão suficiente para traspassar esse espesso véu de trevas e nos resgatar de tamanha perdição.Que grande salvação, não é mesmo? Por mais que o mundo nos aborreça, andemos pelas veredas antigas, conforme a instrução do nosso Amado Resgatador. Amém?!